o Polvo, Macarrão e Bruno

julho 10, 2010 às 5:27 am | Publicado em Bruno assassino, Copa 2010, Utilidade pública | Deixe um comentário

Voltei depois de uma temporada na África do Sul. Graças aos numerosos acessos ao nosso blog, consegui uma vaga na comissão técnica da seleção brasileira. Infelizmente, minha viagem foi repleta de atrasos e só me permitiu chegar ao país sul-africano no meio da tarde do dia 02 de junho. Assim, só pude contribuir motivando a seleção no intervalo do jogo da Holanda. O fim daquele dia todos conhecemos. No entanto, o importante é que meu trabalho foi reconhecido em uma conversa com Ricardo Teixeira, que disse que foi notório como eu alterei o humor da equipe.

Pois é, pode reconhecer: você esqueceu que há uma semana o Brasil foi eliminado da Copa do Mundo. A culpa, em parte, não é sua. Hoje, só existe um assunto em todas as mídias: o caso do goleiro Bruno do Flamengo. Não aguenta mais ouvir: “O que mata no time do Flamengo é o goleiro”. Ou então: “Bruno foi transferido para o time Bangu 3”. Como não dá para saber se Bruno realmente participou da morte de Eliza Samudio, as polícias civis de Minas Gerais e do Rio de Janeiro já contrataram o polvo médium Paul para desvendar o crime. O único suspeito já descartado pelas polícias para a análise de Paul é Macarrão, pois esse tipo de comida não faz parte da dieta do polvo.

Esse caso do goleiro Bruno é realmente motivo de piada porque é a única coisa que somos capazes de fazer. No momento, não me interessa saber se Bruno realmente matou ou participou deste episódio hediondo. Lógico que torço para que os culpados sejam punidos. Mas a afirmação de que só somos capazes de fazer chacota diante de todas as atrocidades vistas ultimamente é no intuito de apelar para que seja feita uma reflexão de nós todos como sociedade.

Bruno conheceu Eliza Samudio no que ele próprio diz ter sido “apenas” uma orgia quando era casado com Dayanne de Souza. Eliza, por sua vez, parecia adorar jogadores de futebol e era figura assídua nas festas patrocinadas pelos atletas. O histórico familiar de Eliza também é peculiar. É filha de um engenheiro acusado de estupro de uma menor. O bebê após a morte da mãeestava sob a guarda do avô mas agora está sob a tutela da mãe de Eliza, que não tinha contato frequente com a filha e só apareceu agora depois da explosão do desaparecimento da filha. Por favor, se for visto algum resquício de sanidade mental, me mostrem!

Certamente, o pensamento que nos passa que, apesar de tudo isso ser lamentável, trata-se de algo distante do cotidiano de uma pessoa normal. Aí que reside nosso engano. O tratamento desses fatos como uma coisa distante que fez culminar em um assassinato. Ou seja, foi necessária a morte de uma pessoa para iconizar a leviandade que temos deixado quase tudo acontecer.

O crescimento da proporção dos episódios foi permitida por todos. Ninguém fez nada quando Bruno e outros jogadores do Flamengo se envolveram em briga durante uma festa com prostitutas. Não houve muita reprovação quando Eliza Samudio apareceu pela primeira vez ligada ao goleiro, acusando-o de sequestro e agressão em Outubro do ano passado. Prefirimos deixar passar pois, afinal, o Flamengo concorria ao título brasileiro e isso é mais importante do que uma louca que aparece do nada falando essas coisas pequenas. Já neste ano, Bruno novamente se envolve em festas em favela e declarações polêmicas de apologia à agressão às mulheres. Novamente, o que importava era o Campeonato Carioca e nada foi feito.

Desconfia-se inclusive da participação do clube no encobrimento de todas essas evidências. O exame de urina que comprovava a existência de substâncias abortivas no sangue de Eliza demorou oito meses para ser concluído, saindo apenas na semana passada. Fazendo-se uma conta boba, oito meses atrás corresponde às últimas rodadas do Brasileiro e uma acusação deste tipo contra o então capitão do Flamengo poderia colocar o  título em risco.

É difícil descartar essa hipótese quando relembramos que o clube nada fez quando Vagner Love foi fotografado à vontade com traficantes, quando Adriano sai em foto com fuzis ou então quando este doa dinheiro e moto à traficantes e familiares. E pior, quando relembramos que um dirigente do Flamengo diz que, se Adriano fosse pego com drogas, iria esconder e abafar o caso.

Não é minha intenção criticar o Flamengo ou qualquer um dos seus jogadores, inclusive o Bruno. Não faço nenhuma acusação a nenhum dos jogadores, somente apresentei fatos protagonizados por eles sem fazer sequer juízo de valor. Temos que fazer crítica à apenas duas coisas. A primeira é a Polícia. Por que a demora em agir? Será que alguém vai precisar morrer para ter uma ação policial? Será que a imprensa vai ter que sufocar a polícia para vermos alguma atitude? Até quando ficaremos com uma polícia completamenteentregue à interesses particulares?

A segunda crítica é encaminhada a todos nós. Depois de tudo que se viu, o que faremos? Até quando aplaudiremos pessoas que apresentam valores assim? Confesso que os valores atuais da sociedade brasileira não são animadores. Jogadores continuarão a ganhar fortunas porque vendem artigos de seus patrocinadores. Simplesmente, ignoraremos se eles espancam mulheres, traem esposas, são ligados com tráfico ou matam e compraremos e torceremos como sempre.

Longe de ter admiração pela sociedade americana, lembro-me de Tiger Woods. Teve “apenas“ alguns casos fora do casamento e foi tratamento como um doente viciado em sexo. Teve que se internar e sua carreira foi manchada, com redução de patrocínio pois os americanos pararam de comprar produtos vinculados a imagem do jogador de golfe. AT&T, Gillete, Acceture, Gatorade e Tag Heuer simplesmente romperam contrato com ele, somando mais de US$ 100 milhões de prejuízo. Agora, é cobiçado para patrocinar uma importante marca de preservativos e uma rede de sex shop.

Você se chocou por Bruno participar de orgias estando casado? Você acha que ele é doente por isso?

Coincidentemente, acabei de ver na televisão Ronaldo, que traía e teve um imbróglio com um travesti fazendo propaganda da Claro.

Ah é! A Final da Copa! Paul já previu. Espanha será campeã. Inclusive a FIFA já pensa em usar o simpático polvo para definir os resultados da Copa 2014, sem necessidade de realizar de jogos em novos estádios. Pelo menos acabaríamos com uma certeza: não sei o Brasil vai faturar a Copa de 2014 mas certamente vai superfaturar.

Anúncios

Dilma e Copa 2010

julho 5, 2010 às 4:18 am | Publicado em Copa 2010, Dilma, Eleições 2010 | Deixe um comentário

Atenção à fala da DILMONSTRA transcrita ao final do vídeo. E isso crescendo nas pesquisas…ACORDA BRASIL!!! A COPA ACABOU E AINDA HÁ TEMPO!!!

DILMA NÃOOO.

BBB (barracos Dunga-Globo, Kaká-Kfouri, Parreira-Domenech) na Copa x política

junho 23, 2010 às 4:19 am | Publicado em Copa 2010, Dilma, Eleições 2010 | Deixe um comentário
Tags:

Pois, é. Por isso o título: eleição em ano de Copa…aquele mês em que todas as outras notícias ficam apagadinhas! Mas também, quem vai preferir ler sobre Dilma, Cabral e Paes (cruz credo), podendo se deliciar com o rabugéant técnico francês, Dunga esculachando a Globo, ou Kaká dando uma fantática lição de moral no kfouri?

Então, antes da seleção dos 3 vídeos que fiz para meus parcos e queridos leitores, deixo 2 rapidinhas sobre o trio nauseante.

I – “Ilegal, e daí?” Prefeitura e estado do Rio espalham painéis irregulares pelas ruas anunciando até obras não iniciadas

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2010/06/22/prefeitura-estado-do-rio-espalham-paineis-irregulares-pelas-ruas-anunciando-ate-obras-nao-iniciadas-916953703.asp#coment

Isso tb é propaganda irregular. O Gov. do Estado fica toda hora “trabalhando juntos”, apoio descarado à candidatura da Dilma, ao gov federal. Depois das eleições, vão guardar a fantasia e parar com o teatro de fingir que fazem algo.

II – (…) A ex-ministra afirmou que o adversário José Serra “torce contra” o Brasil

Vou aproveitar a onda e lançar o “CALA A BOCA DILMA” (DILMÔMIO seria melhor?). Malandra acessoria publicitária que orienta a bruxa a falar frase com duplo sentido para Copa, é capaz de ter gente que escuta essa asneira e passa a implicar com o Serra achando que ele torce para outro time. 

III -Prefeitura está liberando tudo para construção de prédios gigantescos destruindo a paisagem e planjamento urbano do Rio.

Assinem para pedir que não sejam aprovados. Hotéis tão grandes quanto Othon, Meridien, etc em raio de 200m dos mesmos, e condomínios gigantescos nas várzeas (=vargem) do Recreio que vão aumentar muito o gasto público com infra-estrutura e ainda expulsar lentamente a população local, além de destruir o meio-ambiente. UM HORROR.

Novos índices construtivos que verticalizam e adensam bairros da Cidade devem ser combatidos e esperamos que os Vereadores se voltem contra essas e outras iniciativas, como a flexibilização de Apacs e a aplicação índices especiais para hotéis e apart-hotéis.

http://www.abaixoassinado.org/assinaturas/abaixoassinado/6387/

Primeiro a obrigação: consciência, responsabilidade e cidadania.

Agora diversão. Hahaha, sei que muitos não concordam, mas Dunga e Kaká, ídolos!!! To com os 2 e com o Parreira.

Primeira rodada! hahaha

junho 20, 2010 às 12:57 am | Publicado em Copa 2010, Eleições 2010 | Deixe um comentário

Tive a sensação de repercussão do primeiro texto em um episódio peculiar. Tenho o hábito vindo da época em que morei na França de ir diariamente à padaria. É interessante pois começo a pegar dicas para o meu grande projeto de vida: ganhar o torneio de damas na praça quando atingir a aposentadoria.  Voltando ao episódio, o dono da padaria, Manuel, ao me ver certo dia, indagou-me: “És a anta que acha que a Eslovênia irá para a final por ser um país africano?” Neste momento, fiquei irritado porque senti minha liberdade de palpites ameaçada e pensei em desafiá-lo para um duelo de piadas. No entanto, felizmente, fiz o curso de boas maneiras de Glorinha Kalil, que tem um módulo explicativo para se portar em padarias e, nele, ensina, por exemplo, como não perder a compostura ao queimar a rosca. Então, elegantemente, peguei minha baguete recém-comprada, coloquei-a debaixo da axila e simplesmente agradeci. Manuel, tirou o lápis da orelha, apontou-o para mim e acho que falou algo mas não tenho certeza pois o bigode não me permitia ver seus lábios. Desde então, decidi não escrever mais diariamente pois não quero mais brigas com Manuel pois a baguete dele é gostosa.
Voltando à Copa do Mundo, acabou a primeira rodada. Realmente faltou técnica e, como sempre digo, os jogos desta competição são muitos chatos. Mas, por outro lado, essa Copa está sendo marcada pelo ineditismo. É a primeira Copa no continente africano, vimos a Nova Zelândia marcar o primeiro gol em Copas. E o primeiro jogo de quarta-feira também teve esse momento. Honduras e Chile faziam um jogo mais emocionante do que esperado, quando, após um cruzamento chileno, Mendoza, de Honduras, tirou com um chute direcionado para a região glútea de Beausejour e a bola entrou direto no gol. Assim foi o primeiro gol de bunda na história das Copas. Evidentemente, os locutores da TV, que foram meus colegas no curso de Glorinha Kalil, descreveram o lance dizendo que a bola bateu na coxa. Mas eu sou a favor da verdade acima de qualquer gafe.
No jogo seguinte, finalmente aconteceu a primeira zebra da Copa. Espanha, que não tinha uma seleção tão implacável desde os primórdios da Inquisição Espanhola (daí a origem do nome “A Fúria), perdeu de um a zero para a Suíça. O gol foi marcado pelo suíço Gelson Fernandes, nascido em Cabo Verde. Curiosamente, o suíço fala português, demonstrando o imperialismo cultural brasileiro na Suíça nunca visto antes neste país.
No último jogo do dia, os Bafana Bafana praticamente arrumaram as malas para voltar para o país de onde eles vieram. O time do técnico Parreira não surpreendeu e perdeu de 3 a 0 para o Uruguai. O primeiro gol, que resvalou em um jogador sul-africano, e  o pênalti mal marcado refletem como têm acontecido muitos gols ao acaso, com poucas jogadas bem elaboradas. O presidente da Confederação Sul-Africana deve estar arrependido de ter demitido o técnico Joel Santana por causa do trabalho que este demonstrou levando o péssimo time botafoguense ao título carioca e porque Joel evoluiu bastante no cursinho de inglês, saindo do nível Junior 1A para o Intermediate 2B da Cultura Inglesa. O uso correto de phrasal verbs conferiu a Joel Santana um prêmio na Academia Brasileira de Letras conforme foto abaixo.

Já na quinta-feira, nenhuma surpresa. Muitos discodarão pois acham que o time da Coreia do Sul tinha capacidade de apresentar um futebol competitivo. Não acredito nisso e mantenho a aposta do bolão do meu trabalho – Argentina  e Nigéria se classificarão. Posso errar mas digo isso porque, se o time de Maradona jogar contra a Grécia lutando pelo empate, a Argentina corre um risco enorme de perder a partida pois, como disse em outros textos, o esquema defensivo argentino é fraco. A goleada argentina começou com um gol-contra da Coreia do Sul (repito que só sai gol bizarro) que fez ruir o esquema tático do time, abrindo caminho para os demais gols dos hermanos. Maradona sabe dessa deficiência e, por isso, coloca o time no ataque. Torço para que dê certo apesar de duvidar porque jogar um volante apenas é perigoso. e Di Maria como ponta-esquerda é nulo em campo. A esperança é que, como pensava o sábio Jack Welch, se tiver alguém sem capacidade na equipe, que esta pessoa não seja pró-ativa. Fomos tetracampeões com um meio de campo assim.
Grécia e Nigéria fizeram um jogo cheio de alternativas. Desligar a TV, mudar de canal, dar uma volta eram algumas delas. O saldo da partida foi Nigéria abrindo o placar, Kaita sendo expulso após um golpe de karatê em um grego e a Grécia virando o jogo. Com a vitória, o consumo de queijo Feta, carro-chefe da economia do país, explodiu com os dois primeiros gols gregos em Copas do Mundo, revitalizando o crescimento econômico. Assim, a agência de risco Moody`s elevou o grau de investimento grego, fazendo subir as bolsas do mundo inteiro.
Para finalizar o dia, o México venceu a fraquíssima França. Definitivamente, era melhor Henry não ter colocado a mão na bola e mandar a Irlanda para a Copa. Até agora não entendi como Anelka é titular de algum time do mundo e Henry sequer entrou em campo. Na última rodada do grupo, alguns acham que Uruguai e México farão jogo de cumadre. Com isso, dois jogos das oitavas estarão formados, em minha opinião – Argentina contra México e Uruguai contra Nigéria ou Coreia do Sul.
Não sei quando escreverei novamente. Tenho me dedicado a ficar rico através de palpites em bolões. Aliás, muitos me param na rua perguntando meu palpite para esta Copa. Eslovênia na final é certo. Se o Brasil não enfrentá-la antes da final, será campeão. “Com este time?”, me perguntam. Lembrem que em 1994 eram apenas 2 atacantes e 2002 apenas 3. Em 2006, eram 4 ou 5. É um contra-senso mas, como disse, Copa do Mundo é chato por isso.

BRASIL X CORÉIA DO NORTE

junho 18, 2010 às 5:54 am | Publicado em Copa 2010, Eleições 2010 | Deixe um comentário

Nem Ganso, nem Pato, nem frango ou zebra, espécie típica do continente africano. O Brasil estreiou na Copa do Mundo de 2010 e os únicos que ficaram insatifeitos com a escassez de animais foram os moradores alienígenas do Distrito 9, conforme documenta o bom filme. Os ET`s, originários do planeta Marius Crustaceus do Sistema Solar Satyricon e que hoje são vizinhos à região do estádio Ellis Park onde se realizou o jogo, terão que se contentar ainda com a dieta à base de lixo. Todos esperam avidamente pelo retorno da espaço-nave para resgatá-los pois não suportam mais o barulho de enxame provocado pelas vuvuzelas e que, mesmo no planeta deles, ultrapassa o limite de 130 decibéis permitida pela legislação mariuscrustaciana.

De volta ao jogo do Brasil, o jogo me fez lembrar a nossa vitoriosa seleção de 1970. O tom da camisa amarela escolhido por Yves Saint-Laurent e o short psico-desenhado pelo ex-deputado federal Clodovil me fez matar saudades de quando eu assistia Pelé, Rivelino, Jairzinho e todos os outros gênios. A única diferença foi o futebol apresentado. Neste quesito, a seleção lembrou nosso empatoso time de 1994, que, curiosamente, possuía como gênios da armação de jogadas Romário e, pasmem, Dunga. Nos dias de hoje, Robinho e Elano assumem respectivamente estes papéis. Kaká, ainda sem ritmo de jogo, não apresentava mobilidade e nem criatividade. Luís Fabiano foi praticamente nulo, distribuindo apenas pontapés nas canelas dos norte-coreanos.

Fazendo um breve resumo do jogo, vou começar pelo segundo tempo pois o primeiro foi simplesmente apagável. Para não passar esta etapa em branco, cito um dos pontos altos do jogo, que foi o choro do jogador da Coreia do Norte Tae Se, que não lembrou a letra do hino desrespeitando o brando Código Penal do país, artigo 157, que prevê trabalho escravo durante 10 anos para os atletas que esquecem do belíssimo hino de sua nação.

Sobre o segundo tempo, o primeiro gol saiu após belo passe de Elano para Maicon, este último olhou Luís Fabiano livre e cruzou diretamente para o gol, enganando o goleiro, os torcedores e até o próprio Maicon. Sem dúvida, este jogador é um dos melhores em sua posição, justificando o interesse de diversos clubes como Flamengo, que também está tentando trazer Ronaldinho Gaúcho, Riquelme, Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Rooney.

O segundo gol saiu num passe genial de Robinho, o melhor em campo, para Elano, que somente teve o trabalho de tocar na saída do goleiro e correr para o abraço.

Quando eu já estava feliz com o placar que me garantia um extra no bolão do trabalho, Dunga resolveu colocar o time mais ofensivo, substituindo Elano por Daniel Alves. O resultado era previsível. Num lance genial de Ji Yun Nam, que também interessa ao Flamengo, driblou Gilberto Silva e Lúcio, chutou forte, acordando Júlio César e marcando o gol solitário da Coreia do Norte.

Acreditem, foi o resumo do jogo. Um lado direito da seleção brasileira mais eficiente que os chutes sem sentido de Michel Bastos pela esquerda. A defesa foi ineficaz pois tomou o gol e o meio de campo, com mais volantes do que buffet de casamento, não cria e não defende, demonstrando a confusão tática deste time. Os próximos jogos prometem. Prometem colocar o sono em dia.

No outro jogo do grupo, o grande destaque é a recuperação de Drogba, que com dez dias de operado no braço após uma entrada do zagueiro brasileiro na seleção do Japão, voltou a jogar. Esse fato evidencia o avanço da ciência, que desenvolveu o segundo ser humano capaz de uma recuperação rápida, com base no genoma reproduzido a partir do código genético de Wolverine.

Por fim, no primeiro jogo do dia, Eslováquia e Nova Zelândia fizeram um clássico do futebol mundial. Eslováquia, que não existia quando Brasil foi tetracampeão mundial fez sua estreia. Abriu o placar logo no início do segundo tempo e, novamente, me deixou feliz por causa do bolão. Mas a Nova Zelândia, time com uma vasta tradição no esporte, aos 48 minutos da etapa final, resolveu fazer seu primeiro ataque em Copas do Mundo. Então, no primeiro cruzamento neozelandês em Copas, aconteceu a primeira cabeçada do país na história, marcando o primeiro gol da Nova Zelândia na história das Copas e, de tabela, o primeiro ponto. Agora, Eslováquia, Nova Zelândia, Itália e Paraguai estão todos empatados.

Em tempo ainda de falar de Seleção brasileira, o presidente Lula assistiu o jogo com sua família de ministros e disse que a estreia do Brasil foi fraca, esperando mais. No entanto, destacou a coroa feita com fitas de neon em sua cabeça e o segundo gol feito por Elano que, mesmo marcado por dois norte-coreanos e com duas bolas em campo conseguiu acertar a bola e tocar para gol. Ainda reclamou da arbitragem por permitir nesse lance dois goleiros norte-coreanos, mas resolveu não prosseguir nos protestos pois preserva a ótima relação com a República Popular Democrática da Coreia.

Balanço da Copa antes da estréia do Brasil. Excelente.

junho 16, 2010 às 5:19 am | Publicado em Copa 2010, Eleições 2010 | Deixe um comentário

” (…) foi-me solicitada uma dura missão de falar sobre a velha paixão nacional: o futebol.

Ainda mais porque estamos vivendo o momento da bendita Copa do Mundo que, com ou sem dolo, cai sempre em ano de eleição. Então, você fica sem saber se o projeto Ficha Limpa, aquele mesmo que você confirmou por email para participar desta proposta de lei por Iniciativa Popular, fora aprovado ou não e, caso o tenha sido, se este valerá para esse ano. Confesso que isso me gerou dúvida e fui pesquisar o tema na internet. Como um exemplar cidadão brasileiro, não sabia por onde começar. Então, pensei  em ir no site do Senado, mas, lá, o que havia de mais interessante era a notícia de que um repórter da Rádio Senado é finalista do prêmio Ayrton Senna. Adoro competitividade, ainda mais em época de Copa do Mundo. Novamente, como qualquer brasileiro, cansei desse assunto chato de política e resolvi me dedicar a escrever sobre futebol. Além de mais prazeroso, Luís Fernando Veríssimo sempre me lembra nos momentos que mais disperso dos meus deveres: “Casamento é uma relação de duas pessoas, em que uma delas tem razão e a outra é o marido”. De volta ao futebol, diz minha senhora (refiro-me à minha consciência e ai de mim que não o seja)!

Começou a Copa. Insossa, sem sal, como qualquer outra.  Já vimos dois lances com penas para todos os lados, curiosamente com times do mesmo grupo e que consagrou a favorita Eslovênia como líder do grupo C. No bolão do trabalho, coloquei Brasil e Eslovênia na semi-final com a última vencendo pois um time africano certamente irá disputar a final. Vimos um gol-contra bisonho (sem ofensas ao animal) que fez o Carrosel  holandês  começar a girar e, para terminar o dia de hoje, o grande goleiro paraguaio Villar foi caçar borboleta enquanto De Rossi marcava o primeiro gol da atual campeã do mundo nesta Copa. Podem me chamar de exagerado, mal-humorado e antipático. Uns até mencionarão a goleada da Alemanha sobre a Austrália. Mas, se você não for um alemão tipicamente Ja Kassler und Chukrutz, duvido que se empolgará com a Alemanha jogando contra um time sem tradição, sem futebol, um jogador a menos.e cheio de cangurus fofos. Simplesmente, impossível.

Mas a grande dúvida está na seleção argentina. Não, gente! Não me refiro a metrossexualidade deles que suscita dúvidas. Digo que vi sim uma Argentina que criava, porém sobre uma seleção sem graça e confusa, pois existiam uns três Obinas extremamente parecidos com o nosso Obina original do Brasil. Uma justa homenagem nigeriana a um jogador de talento inigualável.

Ainda sobre o jogo da Argentina, viu-se um time com pouca capacidade defensiva e que dependia sempre do super, super Messi para criar. O time de Don Diego Maradona tem muito a melhorar. Até Renato Maurício Prado concorda comigo. Devo estar errado. Enfim, agora, sem teste de urina, torço para que Maradona possa fazer como treinador uma longa carreira, com trocadilhos, por favor.

Concluindo, chegou o grande dia. A estreia do Brasil da Copa (como é estranho escrever sob as novas regras gramaticais e, pensando bem, sob as antigas também). Chegou o dia cercado da única unanimidade desta Copa: Galvão Bueno. Ele é o dono do maior número de citações no Twitter, lugar onde as pessoas deixam mensagens de até 140 caracteres. Assim, em uma única mensagem você pode escrever oito vezes e uns trocados a expressão “Cala Boca, Galvão”. Em linguagem virtual, você pode subir esse número para impressionantes dez vezes. É uma covardia contra qualquer outro tema.

Vi uma pergunta em um site de jornal extremamente pertinente: como Galvão Bueno se mantém na televisão? Agora que estou carente dos mistérios de “Lost!” me dedicarei a entender como a Globo sustenta na função de narrador o Galvão da fumaça preta, o Galvãozilla. Só falta eu descobrir que estou morto através de uma conversa com Galvão Bueno me explicando que está na hora de ir para o céu (Ih!! Virei spoiler de Lost!). Seria glorioso atravessar a porta iluminada para o céu com a seguinte frase ao fundo: “Vai que é sua!!!”.

Ótima iniciativa meu amor.

UNQUOTE “

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.